Publicidade

Farinha de trigo: conheça variações e como utilizá-las em suas receitas

Farinha de trigo: conheça variações e como utilizá-las em suas receitas
Publicidade

Já aconteceu de fazer uma receita e ela desandou? Ou então ela simplesmente não ficou com o gosto, ou textura esperada? Isso pode acontecer quando se usa a farinha de trigo errada! Existem vários tipos nos supermercados, e às vezes fica meio difícil identificar já que algumas possuem até o rótulo parecido.

Atualmente, é possível encontrar três tipos de farinhas: as refinadas brancas Tipo 1; Tipo 2, também chamadas de especiais e as integrais. Todos essas variações são destinados à fabricação industrial, artesanal e doméstica de receitas, como pães, biscoitos, massas, entre outros.

Publicidade

É muito importante saber qual tipo de farinha trigo você está usando. Afinal, essa escolha impacta no resultado final das suas receitas! Então confira as dicas do Grupo Ocrim, uma das principais empresas de moagem de trigo no Brasil, e garanta o sucesso dos seus pratos!

Farinha de trigo Tipo 1

A farinha Tipo 1 é mais comum e conhecida! Sua produção acontece a partir da moagem do miolo do grão de trigo com um mínimo de farelo da casca e contém principalmente carboidratos (amido) e proteínas (glúten).

Publicidade

Ela é uma excelente fonte de carboidrato, vitaminas do complexo B, zinco e potássio, sendo uma importante fonte de energia e vitalidade ao sistema nervoso central, fortalecendo o sistema imunológico e auxiliando na hidratação dos tecidos do corpo.

Além disso, ela é ótima para preparar pães, confeitaria em geral e massas (comuns e folhadas).

Publicidade

Farinha de trigo Tipo 2

Esse tipo é extraído da parte mais externa do grão (próxima da casca) e, por isso, apresenta uma coloração mais escura e amarelada. É indicada para preparar biscoitos — com ou sem recheio — e cookies.

Publicidade

Farinha integral

A farinha integral tem a sua produção a partir da moagem completa do grão. Ou seja, é rica em fibras. Por essa característica, ela exige uma maior absorção de água, daí a necessidade de aumentar cerca de 30% a quantidade do líquido nas receitas.

É indicada para preparar: massas mais consistentes, como pão integral e de centeio, bolos de frutas e cereais.

Publicidade

Farinha orgânica

Já a farinha de trigo orgânica vem ganhando espaço no mercado brasileiro com um crescimento de 63% somente em 2021. Essa variação segue critérios rigorosos de produção como a não utilização de produtos químicos.

Essa é uma das opções mais recomendadas para quem prioriza a uma alimentação saudável e opta por alimentos ricos em nutrientes. Além disso, sua indicação de uso serve para a preparação de bolos, pães e massas em geral.

Publicidade

Deixe um comentário

error: