Publicidade

Como administrar meu dinheiro de forma inteligente? Aprenda!

Como administrar meu dinheiro de forma inteligente? Aprenda!
Publicidade

É bastante comum encontrar pessoas que trabalham o mês inteiro e recebem o seu salário normalmente, mas nunca sobra nenhum dinheiro. Também há quem gaste toda a sua remuneração antes mesmo de recebê-la e, às vezes, até se endivide no processo.

Aqui, é preciso ter em mente que nem sempre o problema estará ligado ao quanto você ganha, mas à forma com que é feita a gestão do seu capital. Quem se encontra nessa situação pode se perguntar: como administrar meu dinheiro de forma inteligente?

Publicidade

Quer saber a resposta? Então continue a leitura deste conteúdo e veja dicas sobre como administrar o seu dinheiro com mais inteligência.

Aproveite!

Publicidade

Por que administrar dinheiro parece uma tarefa difícil?

Viver em um mundo globalizado e no qual diversas novidades surgem com frequência contribui para que as pessoas tenham uma dificuldade maior para cuidar das questões financeiras. Afinal, todos os dias os indivíduos recebem diversos estímulos de consumo.

Se você é uma pessoa caseira, por exemplo, pode lidar com esses incentivos ao assistir TV, filmes e séries, acessar sites, usar redes sociais, entre outros. Já se você passa mais tempo fora de casa, eles surgem em outdoors, shoppings, restaurantes, vitrines, panfletos etc.

Publicidade

Com estratégias de marketing cada vez mais incisivas, não é raro comprar produtos com pouca utilidade e que não são verdadeiramente necessários. Nesse sentido, as aquisições frequentes aumentam as chances de você gastar mais do que ganha e ficar no vermelho.

Publicidade

Em contrapartida, o brasileiro não recebe tantos estímulos no que diz respeito à organização das finanças. Muitas pessoas passam grande parte da vida sem investir — inclusive, é comum que elas não saibam como funcionam os investimentos, mesmo aqueles mais simples.

Diante desse cenário, aumentam os riscos de um indivíduo consumir demasiadamente e se endividar, em vez de se organizar financeiramente, poupar dinheiro e investir, por exemplo.

Publicidade

Qual é a importância de administrar o dinheiro de forma inteligente?

Quem não possui uma boa gestão financeira costuma ter mais dificuldade para atingir seus objetivos. Contudo, dificilmente uma pessoa deseja trabalhar a maior parte da vida sem conseguir construir patrimônio ou sem a perspectiva de se aposentar.

Ao mesmo tempo, com as mudanças na lei previdenciária, as regras para a aposentadoria ficaram mais restritas. Ademais, o valor recebido pela Previdência Social tende a não ser o bastante para ter uma tranquilidade financeira no futuro. Isso faz com que parte da população tenha que continuar trabalhando, mesmo em idade avançada.

Esse é um dos fatores que revelam a importância de administrar o dinheiro de forma inteligente. Afinal, sabendo gerir o seu capital de modo eficiente, você poderá construir o seu próprio colchão financeiro para a aposentadoria e não dependerá apenas do Governo no futuro.

É preciso ter em mente que quanto mais cedo você aprender a cuidar das suas finanças e a poupar dinheiro, mais rápido alcançará os seus objetivos financeiros.

Como administrar meu dinheiro de forma inteligente?

Depois de entender a importância de administrar o seu dinheiro de forma inteligente, chegou o momento de aprender como isso pode ser feito.

Confira abaixo algumas dicas!

Faça um diagnóstico da sua situação atual

Aprimorar a gestão do seu capital demanda saber como está a sua situação financeira atual. Portanto, o primeiro passo será fazer um diagnóstico das suas finanças, identificando o quanto você tem de patrimônio, bens, dinheiro em espécie, dívidas etc.

Com esse processo, você saberá como está a sua saúde financeira e será possível identificar pontos de melhoria. Por exemplo, se você tiver muitas dívidas, é pertinente saber o montante total devido, quanto falta para quitar os débitos, se há possibilidade de negociação, entre outros pontos.

Tenha o controle do seu orçamento

Além de entender a sua situação financeira atual, é preciso ter e manter o controle do seu orçamento. Isso significa anotar todas as suas fontes de renda, bem como as despesas — sejam elas fixas ou variáveis, recorrentes ou eventuais.

Com isso, você terá a oportunidade de identificar o seu custo de vida, se as suas receitas são compatíveis com os seus gastos, quais são os principais custos mensais e mais. Sem saber essas informações, dificilmente será possível gerir o seu dinheiro de forma inteligente.

Busque oportunidades para reduzir os seus gastos

Como você viu, a matemática financeira não falha e se os seus gastos superarem os seus ganhos, o seu endividamento será inevitável. Logo, busque formas de reduzir os seus gastos, mesmo que isso envolva algumas mudanças de hábito e corte de alguns supérfluos.

De todo o modo, isso não significa que você não possa assinar um canal de streaming para ver seus filmes e séries favoritos, por exemplo. A proposta é adequar o seu custo de vida ao seu ganho e, se possível, fazer sobrar mais dinheiro no final do mês.

Crie metas financeiras

Ter metas financeiras costuma ser um grande diferencial no momento de gerir o seu patrimônio. Isso porque elas servem como motivação para que você consiga atingir um objetivo. Quando você não tem uma direção a ser seguida, as chances de se perder ou não sair do lugar serão maiores.

Por outro lado, quando você tem objetivos bem definidos, fica mais fácil agir para que eles sejam atingidos. Então trace metas de curto, médio e longo prazo, determinando a quantia que será buscada e o que pode ser cortado para alcançá-la mais rápido.

Comece a investir

Conseguindo fazer uma gestão inteligente do seu capital, o próximo passo será começar a investir. Inclusive, essa é uma das melhores formas de você fazer o seu patrimônio crescer sem que isso demande muito esforço.

Ao alocar seu capital em um investimento, você conta com a possibilidade de retirar uma quantia maior no futuro. Nesse contexto, é válido estudar sobre o mercado financeiro em busca daqueles que mais se adéquam ao seu perfil de investidor.

Vale destacar que todos os investimentos presentes no mercado possuem algum tipo de risco — que pode ser maior ou menor, a depender da alternativa. Ao considerar o seu perfil de investidor, você saberá o seu nível de abertura aos riscos e quais são os investimentos mais adequados a ele.

Também é importante que você escolha os investimentos conforme as suas metas anteriormente traçadas. Cada alternativa pode trazer resultados em um prazo específico. Então tomar decisões com base no prazo dos seus objetivos contribui para que você fique cada vez mais próximo de atingi-los.

Com as dicas aprendidas neste conteúdo, agora você sabe responder à pergunta: “como administrar meu dinheiro com inteligência?”. Portanto, não deixe de adotá-las, se elas fizerem sentido para você, buscando aprimorar a gestão do seu capital e alcançar todas as suas metas.

Você gostou deste post? Então assine a nossa newsletter para receber mais conteúdos sobre finanças e investimentos!

Publicidade

Deixe um comentário

error: